A perfeita quiche – e um segredo desvendado
quarta-feira março 10th 2010, 3:54
Arquivado em: Cozinha Européia | Tags: ,

Eu sempre penso que deveria conversar sobre muito mais coisa do que apenas receitas neste blog, mas por enquanto, está sendo difícil fugir das comidinhas um pouco e falar sobre alguma bobagem qualquer relacionada à esse mundo da Gastronomia.

Uma boa receita é sempre um presente, dou bastante valor às receitas que considero imperdíveis. Guardo-as com muito cuidado mesmo, pois tenho [e admito] medo de perde-las, não basta ter no e-mail, no pen drive, e no computador, é preciso também ter uma cópia escrita à mão em folha de papel bem guardada, e é claro uma cópia no blog, pra garantir! E pra difundir!

Costumo ter uma opinião bem formada [e ácida] a respeito de pessoas que guardam receitas a sete chaves, sem ter nenhum lucro com isso. Existe uma linha tênue entre segredo industrial e egoísmo né?  Prometo não guardar segredos (a menos os que precisem ser guardados) e passar para conhecimento público boas receitas, testadas e velhas conhecidas minhas.

La Tartine costuma ter uma quiche perfeita, dessas que desmancham na boca sem ser hiper gordurosas e sem “atacar o fígado”. A quiche (sub. fem.) embora seja mundialmente conhecido como prato clássico francês, foi concebida numa região que antes de pertencer a França (Lorraine), já se chamou Lothringen e pertenceu à Alemanha na Idade Média. A palavra quiche vem do alemão “kuchen” que significa “bolo”, a palavra sofreu influencias da língua Lorraine franconia e acabou se tornando “küche” que mais tarde na ortografia padrão francesa virou quiche.

A quiche nada mais é do que uma pâte brisée (espécie de massa podre/frôla) guarnecida com um appareil (aparelho) chamado migaine feito a partir de creme de leite fresco e ovos. O termo foi encontrado pela primeira vez na literatura por volta do ano de 1605 nas contas do Hospital Saint-Julien de Nancy, nessa época a quiche era feita com queijo além do appareil, posteriormente o queijo desapareceu e deu lugar ao bacon, nascia então a quiche lorraine, que ao longo dos tempos se tornaria um clássico da cozinha francesa.

Segundo Julia Child: ” A quiche Lorraine clássica contém creme de leite fresco, ovos e bacon, não queijo!”  A adição de queijo faz da quiche uma “quiche vosgienne” e de cebolas uma “quiche alsacienne“. Na Inglaterra a quiche vem fazendo sucesso desde o final da Segunda Guerra Mundial, nos EUA desde os anos 50 sobretudo como item do café da manhã de diversos hoteis e restaurantes.


Quiche de alho poró e
Quiche de espinafre com tomates cereja


Páte brisée (massa)

  • 380 g de farinha de trigo peneirada
  • 10 g de sal
  • 230 g de manteiga integral sem sal
  • Água Q.B  (quanto baste)

Misture a farinha e o sal, acrescente a manteiga gelada cortada em cubos e com as pontas dos dedos, misture sem sovar a massa, formando uma espécie de farofa.

Acrescente a água aos poucos até que a massa se torne lisa e homogênea. Reserve refrigerada por 30 minutos.



Abra com o rolo e com auxílio de filme plástico e disponha em uma assadeira própria para quiche. Gele, pincele com clara de ovo crua para impermeabilizar a massa, [e impedir que absorva umidade do recheio e perca assim a textura seca que faz com que desmanche na boca - o segredo era esse], fure com garfo e leve ao forno pré aquecido por cerca de 25 minutos à 180 graus.

Appareil (creme base)

  • 30 g de manteiga integral sem sal
  • 100 g de queijo (gruyère de preferencia)
  • 350 g de creme de leite fresco
  • 4 ovos
  • sal e pimenta Q.B (quanto baste)

Bata os 4 ovos e reserve. Rale os 100 gr de queijo e misture no creme de leite, acrescente a manteiga amolecida e tempere com sal e pimenta, por fim acrescente os ovos previamente batidos e misture.

Para o sabor da quiche

Alho poró : 4 alhos-poró cortados em meia lua, suados com manteiga, alho, cebola, sal e pimenta.

Espinafre e tomates cereja : 2 maços de espinafre branqueados e salteados no alho e azeite, 200 gr de tomates cereja inteiros.



Cubra o fundo da massa de quiche pré-assada com o ingrediente principal da quiche (na imagem coloquei o alho poró salteado) e cubra com o appareil. Leve ao forno médio por cerca de 30 minutos ou até que esteja dourado.

Quiche de alho poró depois de assada.



Quiche de espinafre e tomates cereja.

Espero que tenham gostado!

E quem gostou, não precisa ficar tímido, pode dizer aí!




27 Comentários so far

Leave a comment

Eu acho que a quiche que você fez é verdadeiramente perfeita. Eu também gosto de que você coloque fotos de todo o processo. Obrigada.

Comentário por Memoria 03.10.10 @ 6:58

conheci seu blog ou site agora..e amei ter achado..adoro esse psso a passo feito por você..é uma aula on line..tô ti seguindo..parabens e um abraço..

Comentário por iliane 03.10.10 @ 11:25

Aaaa…. Não acredito que perdi essa aula!!!
Parece deliciosaaaa!!! Vou fazer já!! Rsrssr
Saudadesss

Comentário por Bruna 03.11.10 @ 22:09

Ah, eu gostei! E muito!!!!
:o )

Comentário por Noêmia 03.12.10 @ 11:24

Sasenhoura!!
Essa quiche de espinafre e tomate cereja parece deliciosa. Fim de semana vai render…

Comentário por Bruno Lima 03.18.10 @ 18:32

Dee fazendo sucesso com suas relíquias reveladas! Parabéns!

Comentário por Caio Mecca 03.22.10 @ 3:17

Prof: Estou adorando visitar seu blog. Esta quiche parece ser realmente especial, vou fazer com certeza.

Comentário por Ima 04.21.10 @ 3:17

Parabéns pelo seu quichê, é mesmo uma delícia, pois na aula tivemos a oportunidade de aprender e nos deliciarmos com esta guloseima hummmmmmmmm!!!!!!

Comentário por Carmen Barreto 04.21.10 @ 13:19

Sensacional… além de prática é deliciosa!…

Comentário por Arthur Mendes 05.30.10 @ 23:49

[...] A perfeita Quiche Batata de Campanha Trufas de chocolate Deixe um comentário Nenhum Comentário so far Leave a comment Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URI Deixe um comentário [...]

Pingback por Think Food 06.10.10 @ 2:01

Eu fiz a massa podre, mas fiz a versão doce, coloquei um creme de queijo em cima e depois cobri com goiabada. Eu passei a clara de ovo na massa antes de levar ao forno, mas mesmo assim o creme penetrou na massa, ficou gostosa, mas apenas dos lados ficou desmanchando na boca. Queria saber se a massa precisa estar gelada ao passar a clara, ou a clara precisa estar gelada, ou ainda se precisa deixar gelar após passar a clara…ou qualquer segredinho do tipo..:D

Comentário por Cris 07.01.10 @ 2:14

[...] A perfeita Quiche [...]

Pingback por ThinkFood 09.14.10 @ 23:45

Muito bom, aliás todas ás receitas tem cido de grande bom gosto, esta passo á passo então maravilhosa.
Grato

Comentário por Pedro 12.19.10 @ 16:06

Simplesmente DELICIOSO. Massa perfeita, textura perfeita, tudo perfeito.
Sempre quis uma receita assim mas não acertava o ponto, com as medidas acima acertei.
Que bom que você compartilha estas delicias, por isto você sempre aprende mais e mais. Quanto mais se da mais se recebe.
Ja esta entre as minha receitas preferidas.

Comentário por Fatyi 04.04.11 @ 18:18

Adoro quiches e faço algumas bem gostosas. Mas ás vezes fica um pouco gordurosa. Essa massa parece maravilhosa.Quero trabalhar comercialmente com quiches e vou experimentar essas que encontrei aqui. Espero poder contar com suas informações para me aperfeiçoar e oferecer uma boa quiche para os futuros clientes.

Comentário por Marízia 06.03.11 @ 16:11

Estava procurando uma receita de quiche para uma confraria que participo.
Adorei a receita e principalmente a historia.
Parabens!!!!

Comentário por Erika 07.11.11 @ 16:54

Olá, você fala em bater os 4 ovos. Esse bater é na batedeira ou na mão, por quanto tempo?? Obrigada

Comentário por PRISCILA 10.12.11 @ 17:20

Andei procurando uma receita fácil e maravilhosa de quiche… achei! Parabéns pela didática e receitas maravilhosas!

Comentário por Maria Fernanda 11.25.11 @ 14:30

ha muitos anos minhas quiches fazem sucesso em almocos de familia ou com amigos, mas com a sua receita – em especial a dica de pincelar a massa e pre assar – minhas quiches ficaram maravilhosas! adorei o site, parabens pela generosidade em dividir estes segredos.

Comentário por Ana 02.22.12 @ 15:23

Meu amigo vou fazer esta receita amanha … porra to louco pra comer uma quiche , depois te conto ok

Comentário por Joao Carlos 02.25.12 @ 22:14

Já comi com os olhos…parece ser muito deliciosa, estava procurando uma receita neste nível e encontrei!

Comentário por HELENICE 03.29.12 @ 14:06

Adoro quiches mas nunca tive mão boa para fazer a massa. Depois de ler dezenas de receitas optei pela sua, mas dei uma de Alvaro Rodrigues e coloquei farinha e manteiga no processador e mandei ver…assim que virou farofa fui colocando água gelada; massa ficou perfeita! fiz uma de espinafre e a outra de alho poró – magnifique!
Thanks por compartilhar conosco a receita + o segredinho, de fato ele é fundamental.

Comentário por Maria Christina 04.07.12 @ 13:14

Olá Diego. Gosto muito do sua maneira de postar as receitas, explicando a origem, e o porquê dos ingredientes. No caso da quiche, já vi receitas em que ia ovo na massa. Qual a diferença final da massa, com ou sem ovo? Obrigada, Regina.

Comentário por Regina 11.13.12 @ 8:22

Nossa! ja fiquei com fome

Comentário por Lucia 12.07.12 @ 12:05

Estou eu na véspera de ano novo procurando a massa de quiche perfeita, coloco no bom e velho Google e o que me aparece de primeira SEU SITE, HUMMMM sem dúvidas esta deve ser a melhor massa, vou fazer com recheio de alho poro e depois posto o resultado, mas com certeza vindo de quem vem não me resta dúvida, Parabéns pelo seu trabalho e divulgação destas delicias …Abraços!!! e Um Feliz Ano Novo

Comentário por Daniele Neves 12.30.12 @ 15:10

Ficou uma delícia…..o truque foi realmente desvendado passar a clara de ovo realmente faz diferença

Comentário por Daniele Neves 01.03.13 @ 17:44

Gostei! Obrigada por compartilhar seu segredo!

Comentário por Helem 01.08.14 @ 12:39

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URI


Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)